mente

6 maneiras de tornar a vida mais curta

“A vida, se souberes viver, é longa” Sêneca

Nesse artigo apresento 6 maneiras para desperdiçar a vida que extrai da leitura da parte II do livro Sobre a brevidade da vida de Sêneca.

É comum reclamação de que a vida é curta, de que o tempo passa rápido e não conseguimos aproveitar o dia.

Coisas que nos levam a pensarmos que a vida é curta, e nos impede de aproveita-lá melhor:

1. Ganância

O ato de querer sempre mais de tudo, sem antes refletir se aquilo realmente é importante, não nos permite pesar se realmente vale o esforço trabalhar tanto para comprar cada vez mais, comprando mais adquirimos mais dívidas, com mais dívidas temos que trabalhar mais para pagá-las, logo desperdiçamos tempo de vida com algo que muitas vezes não sabemos se realmente precisamos.

2. Inércia

Entramos no movimento de comprar, trabalhar e pagar. Se não paramos esse movimento, ficamos nesse movimento constante.

3. Preocupação com a opinião dos outros

Compramos roupas melhores, carros mais caros, eletrônicos da moda, tudo pela preocupação do que os outros podem pensar de nós, para manter o status.

4. Sujeitar-se a vontade de superiores

Sacrificar seu tempo com a família, seu tempo com as atividades que realmente são importantes para a sua vida, pura e simplesmente para agradar aos seus “superiores” no trabalho, ou na comunidade em que vive.

5. Invejar o sucesso de outros e desprezar o seu

Invejar o sucesso de outros é desperdiçar tempo que poderia estar sendo gasto para alcançar o seu próprio sucesso.

“Este cuida daquele, que cuida de outro;
ninguém cuida de si mesmo” Sêneca

6. Vícios

Outra maneira para desperdício de vida são os vícios, esses nos tiram a liberdade, o poder de decisão sobre o que queremos fazer com nossas vidas. Para esse ponto sugiro a leitura do artigo Para destruir nossa vida basta um vício do blog Insistimento.

Note que nenhuma das 6 maneiras acima são fatores externos (que outras pessoas colocam em sua vida) mas todos são internos (que você mesmo os coloca em sua vida). É dever seu combater essas formas de desperdício de vida.

Padrão
mente

Diga não

É difícil dizer “não”, faz você se sentir egoísta, culpado e envergonhado. Muitas vezes é mais fácil dizer “sim” do que lidar com nossas angustias em relação as outras pessoas. Mas o que esse comportamento está lhe custando?

Quando você diz “sim” quando deveria dizer “não”, está dando um pequeno pedaço de você, abandonando o seu poder e controle sobre as suas necessidades, tornado-se menos importante que as necessidades e desejos dos outros. Justificando isso dizendo que é por uma boa causa e que não vai demorar muito. Cada vez que você faz isso está ignorando o que o seu coração e sua mente estão lhe dizendo.

Os benefícios de “dizer não”:

Tenha menos estresse

Dizer “sim” quando você realmente quer dizer “não” provoca estresse para o corpo e para a mente. Provoca tensão, ansiedade, dores e sofrimentos, muitas vezes nos faz perder o sono.

Livre-se de amizades ruins

Pessoas que só querem levar vantagem e que te manipulam para pressioná-lo a dizer “sim”. Se você dar um firme “não” eles iram embora para encontrar outro alvo.

Economize tempo

Não deixe que os outros determinem a sua lista de tarefas ou sua agenda, o seu tempo é precioso.

Ganhe mais respeito

Toda vez que você dizer “não” para os outros, você está dizendo “sim” para você. Você está tomando de volta o controle da sua vida, não permitindo que os outros tomem decisões por você. Você ganha confiança quando passa a respeitar os seus próprios limites e as pessoas passam a te respeitar mais.

Aproveite mais a vida

A vida é tão mais agradável quando você começa a dizer “não” para as coisas que drenam você. O mesmo vale para a sua vida profissional, se você fizer um esforço para tentar limitar o seu tempo e trabalhar nas atividades que mais gosta e que realmente é responsável, você vai descobrir que o trabalho é muito mais divertido.

Quanto mais vezes você dizer “não”, mais fácil vai ficar com o tempo. É necessário algum tempo para você se acostumar.

Repita agora: NÃO!

Esse texto é uma tradução livre e resumida do post Why you need to say no! More often.

Padrão
mente

Proteja o seu tempo

Economizamos dinheiro, mas esquecemos de economizar tempo

“São econômicos na preservação de seu patrimônio [os seres humanos],
mas desperdiçam o tempo” Sêneca

Se alguém tenta invadir sua casa, a reação imediata é tentar proteger a propriedade, mesmo que seja fugindo para procurar ajuda, mas permitimos que outras pessoas invadam nossa vida por meio do nosso tempo.

Nós pensamos várias vezes antes de dividir uma riqueza (isso quando dividimos) mas dividimos nossa vida ao deixar que outros controlem o nosso tempo.

Faça as contas: Quanto tempo foi tirado da sua vida para pagar dívidas? Quanto tempo dedicou em um relacionamento vazio? Por um cliente? Por brigas conjugais? Em trajetos? Por doenças que na sua maioria provocadas por nossa falta de cuidado? Por sofrimentos sem necessidade? Com conversas inúteis? Verá que temos muito menos tempo de vida do que anunciamos ao contar nossa idade.

Outras questões para refletir sobre o desperdício de tempo: Quantos objetivos você atingiu no dia? Quanto tempo no dia dedicou a você?

Vivemos como se fossemos viver para sempre, por isso sempre adiamos o que é realmente importante para nós e dedicamos tempo a coisas que “parecem mais urgentes”.

Pare agora e reflita sobre quanto tempo já se passou em sua vida. O tempo que dedicamos a alguém ou a alguma coisa pode ser nosso último dia.

Ouvirás a maioria dizendo: “Aos cinquenta anos me dedicarei ao ócio.
Aos sessenta, ficarei livre de todos os meus encargos”
Que certeza tens de que há uma vida tão longa? Sêneca

É uma tolice adiarmos as partes boas da vida, sendo que não temos nenhuma certeza que chegaremos a viver tanto.

A solução para essas questões é ter a consciência de que você é mortal e você vai morrer um dia. Você não tem o amanhã, somente o agora.

Esse post foi escrito com base na leitura da carta III do livro Sobre a brevidade da vida de Sêneca.

Padrão
mente

Seneca, sobre a brevidade da vida

Terminei de ler o livro Sobre a brevidade da vida de Sêneca, segue uma curta explicação do que o livro trata.

“A vida, se bem empregada,
é suficientemente longa” Sêneca

Sêneca era um filósofo do primeiro século (4 a.C a 65 d.C.) nascido em Córdoba na Espanha e levado ainda jovem para Roma. Em Roma se tornou advogado e fez parte da corte do imperador Calígula.

O que mais me chamou atenção na história de Sêneca foi o fato de ser condenado ao banimento na ilha de Córsega em 41 d.C. acusado de adultério com Júlia Livila, a sobrinha do atual imperador Cláudio César Germânico.

Um homem que fazia parte da corte é banido para uma ilha onde passa por privação extrema de bens materiais. Quantos pessoas você conhece que já tiveram tudo e perderam tudo? Ou quantas pessoas você conhece que possui muitas coisas mas ao mesmo tempo não se sentem completas?

Durante o banimento e das privações materiais Sêneca para a se dedicar a busca da felicidade por meio da renúncia de bens materiais e a busca da tranquilidade da alma.

Para Sêneca a maior parte das pessoas a vida é má porque em sua perspectiva a vida é curta e os anos passam muito rápido, mas a vida não é curta, nós é que a desperdiçamos. A vida bem é empregada é suficientes para realizarmos grandes coisas.

O erro é desperdiçar a vida no luxo, sem concretizar o que é realmente importante para nós e não realizar o que nos propormos a realizar.

Da mesma forma que dinheiro nas mãos de maus administradores desaparece o tempo se não bem empregado nos dá a impressão de que passou rápido.

“A existência se prolonga por um largo período
para o que sabe dela usufruir” Sêneca

Padrão
mente

O caminho do guerreiro pacífico

O filme Poder Além da Vida é uma história baseada em fatos reais onde conta a história de Dan Millman em seu livro Way of the Peaceful Warrior, Caminho do Guerreiro Pacífico, um ginasta que achava que tinha tudo na vida, mas que na realidade ainda tinha muito o que aprender sobre ela, quem o ajuda nessa jornada é um senhor sem nome, mas que Dan o chama de Sócrates.

Retirei várias lições de vida do filme e separei alguns para compartilhar nesse artigo.

Conhecimento não é o mesmo que sabedoria

Nos preocupamos demais em adquirir conhecimento e pouco em colocá-los em prática, a sabedoria vem do agir e não do conhecer.

Você é feliz? Faça essa pergunta para você, seja sincero, não tente se enganar

O que faria se não conseguisse o que te faz feliz? Passamos a maior parte da vida tentando conseguir coisas e posições que em nossa cabeça irão nos trazer a felicidade, mas e se você não conseguir alcançar o que quer? Ficaria frustrado? Você está colocando a sua felicidade em algo que realmente vale a pena? Essas perguntas serão respondidas na lição final do filme.

Retire o lixo da sua mente

Coloque para fora da sua mente tudo o que você não precisa. É preciso esvaziar a mente para conseguir focar no que está acontecendo a sua volta. Seu lixo é aquilo que lhe afasta da única coisa que importa é esse momento, aqui, agora. Quando estiver no aqui e agora, ficará maravilhado com o que pode fazer e como pode fazer bem.

Em que você está se segurando? É comum apoiar nossa vida e felicidade em coisas que são passageiras, um cargo, um carro, dinheiro, sucesso. Escolha o que não é passageiro para se segurar.

Não saber o que fazer é a primeira descoberta do guerreiro

Quando reconhecemos que não sabemos o que fazer é quando começamos a procurar o caminho a seguir. Quando achamos que sabemos o que fazer nos colocamos em uma posição de conforto e não mudamos.

Tudo tem um propósito (até as coisas ruins)

Depende de você encontrar esse propósito e não ficar lamentando tudo de ruim que acontece, aprenda com cada situação que a vida lhe dá.

Encontre algo importante para dizer

É importante encontrar algo que mereça ser compartilhado com outras pessoas, uma idéia ou um propósito de vida que faça a diferença na vida de outros

“Sempre há algo acontecendo, não há momentos comuns”

Toda ação tem seu preço e seu prazer

Reconhecer ambos os lados o torna realista e responsável por seus atos. Encontre em cada ação sua o preço a pagar por ela e o prazer que ela lhe trará quando realizada.

A morte não é triste, triste é que a maioria das pessoas não vive nada

Pior do que morrer é passar uma vida inteira morto, sem mudar a sua vida e a vida de quem o está próximo. Faça algo que vale a pena na vida, deixe a sua marca nas pessoas.

“Um guerreiro não desiste do que ele ama. Ele encontra o amor no que ele faz”

Ser guerreiro não exige perfeição, ou vitória, ou invulnerabilidade

Ele é a vulnerabilidade absoluta. Essa é a única coragem de verdade. Não nos achamos guerreiros por reconhecer nossos defeitos, o caminho é reconhecer os nossos defeitos para que assim possamos melhorar e atingir nossos objetivo.

“Um guerreiro age e um tolo reage”

Não existe começar ou parar, apenas fazer

“Um dia vou começar” ou então “E se eu começar e ter que parar?” Não foque nesses pensamentos, eles nunca te deixarão começar algo, foque em FAZER, apenas nisso.

A jornada é o que nos traz a felicidade. Não o destino

Você pode ou não chegar ao destino que planejou, mas o que você fez para atingi-lo? O que importa é o que você viveu até chegar a montanha, o caminho que percorreu e não chegar ao cume.

As 3 regras da vida de Dan

Paradoxo A vida é um mistério, não perca tempo tentando entendê-la.

Humor Tenha senso de humor, especialmente sobre você mesmo. É a força por trás de toda atitude.

Mudança Nada permanece o mesmo.

3 perguntas que nos devemos fazer

Essas 3 perguntas e respostas nos ajudam a manter o foco no que estamos fazendo agora que é o que importa, não o passado ou o futuro, mas o agora.

Onde você está? Aqui.

Que horas são? Agora.

Quem é você? Esse momento.

Padrão
mente

Adams Óbvio

Encontrando soluções óbvias para problemas complexos

Por definição óbvio é aquilo que nos salta aos olhos, mas nem sempre é assim. Muitas vezes nos deparamos com um problema complexo, que aparentemente não tem solução, mas se nos delongarmos em observá-lo encontramos a solução e logo em seguida a frase:

“Mas isso é óbvio”.

As pessoas que consideramos sábias são as que conseguem encontrar soluções óbvias para problemas complexos.

Recomendo a leitura do livro Adams Óbvio ou uma famosa história de como obter sucesso usando simplesmente bom senso, que conta como Oliver B. Adams sempre encontrava uma solução óbvia para os problemas dos clientes da agência de publicidade onde trabalhava.

Tomando como exemplo uma solução que Adams encontrou para aumentar as vendas de um fabricante de papel vamos seguir seus passos para encontrar soluções óbvias.

Analisar primeiro, responder depois

Ele nunca dava uma resposta sem antes analisar o problema. O presidente da Fábrica de Papel Bond pergunta para Adams se ele achava que o Papel Bond podia ser anunciado com sucesso. A reposta de Adams foi que não podia responder até ter uma idéia melhor da indústria e do produto.

Estudar muito o assunto

Adams mergulhava de cabeça no problema e passava dias analisando cada aspecto dele, sem pressa, apenas observando. Ele tinha de levantar os dados. Deram-lhe um guia e, nos dois dias seguintes, ele mergulhou no assunto

Escolha sempre a solução mais simples

Ele analisava todas as soluções descartando sem medo as mais complexas, ficando sempre com a solução mais simples para o problema.

Olhe o problema como um observador externo a situação

Quando apresenta ao dono da fábrica a solução óbvia, que era anunciar que todo Papel Bond de qualidade é feito de fibras brancas cuidadosamente selecionadas, o presidente da fábrica disse que todo mundo sabia disso, mas Adams diz não saber, ou seja, os que sabiam eram os especialistas e não o público em geral.

Defenda a sua solução

Muitas vezes o óbvio não é aceito por ser muito óbvio, mas Adams defendia a sua solução. Adams inclinou-se um pouco, olhou bem dentro dos olhos do Sr. Merritt e disse :

“Sr. Merritt, para quem exatamente o senhor deseja anunciar?
Para fabricantes de papel ou para compradores de papel?”

Adams voltou a New York com um contrato de um ano para campanha a ser feita como a agência achasse adequado. A campanha foi um sucesso de saída. Entretanto, ao ser analisada, via-se que Adams não tinha feito nada além do óbvio.

Boa Leitura! É óbvio que você vai gostar.

Padrão
mente

Coloque em prática

“O início é a metade de qualquer ação.” Provérbio Grego

É muito bom planejar como iremos realizar nossos sonhos, mas o problema é quando ficamos apenas nos sonhos e não realizamos nada.

Vem então a desmotivação, por achar que não somos capazes de realizar nada, aos poucos vamos destruindo nossa autoestima e motivação para mudar nossos hábitos.

Segue abaixo 5 maneiras de você parar de sonhar e começar a realizar as mudanças em sua vida.

Dê um passo, qualquer passo

Não importa qual seja, mas se você der um passo, não precisa ser o primeiro, muitas vezes nos prendemos na desculpa de esperar a oportunidade para dar o primeiro passo que planejamos, esqueça o primeiro e pule logo para o que consegue realizar agora.

Mantenha o seu plano simples, esqueça o perfeito

Um plano simples é mais fácil de executar, a perfeição só virá com o tempo e com a prática (você chegará perto, mas nunca irá alcançar).

Não reinvente a roda

O fato de querer começar tudo do zero, faz você gastar mais tempo e energia do que gastaria se começar com o que já existe e ir modificando aos poucos.

Vamos lá! agora dê um passo!

Referência: 5 ways to stop dreaming and start building your new business now

Padrão